4ª PARCELA DO AUXÍLIO EMERGENCIAL COMEÇA A SER PAGO DIA 20 AOS BENEFICIÁRIOS DO BOLSA FAMÍLIA - PARAMBU CONECTADO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Post Top Ad

quarta-feira, 15 de julho de 2020

4ª PARCELA DO AUXÍLIO EMERGENCIAL COMEÇA A SER PAGO DIA 20 AOS BENEFICIÁRIOS DO BOLSA FAMÍLIA

Beneficiados vão começar a receber na segunda-feira (20), junto com o calendário de pagamento do programa, de acordo com o NIS
Os beneficiados do Bolsa Família serão os primeiros a receber a quarta parcela do auxílio emergencial a partir da próxima segunda-feira (20). Esse grupo segue o calendário regular de pagamento do programa, que é realizado nos dez últimos dias úteis de cada mês, de forma escalonada, de acordo com o NIS (Número de Identificação Social).

Calendário do Bolsa Família

NIS final 1 - 20 de julho
NIS final 2 - 21 de julho
NIS final 3 - 22 de julho
NIS final 4 - 23 de julho
NIS final 5 - 24 de julho
NIS final 6 - 27 de julho
NIS final 7 - 28 de julho
NIS final 8 - 29 de julho
NIS final 9 - 30 de julho
NIS final 0 - 31 de julho

Começa também dia 18/07 o calendário de saque para 40,4 milhões

Os beneficiários do 1º lote (terceira parcela), 2º lote (segunda parcela) e 4º lote (primeira parcela)

Calendário de saque para 40,4 milhões

Para beneficiários do 1º lote (terceira parcela), 2º lote (segunda parcela) e 4º lote (primeira parcela)
Sábado (18 de julho) – nascidos em janeiro (3,4 milhões)
Sábado (25 de julho) – nascidos em fevereiro (3,1 milhões)
Sábado (1º de agosto) – nascidos em março (3,5 milhões)
Sábado (8 de agosto) – nascidos em abril (3,4 milhões)
Sábado (15 de agosto) – nascidos em maio (3,5 milhões)
Sábado (29 de agosto) – nascidos em junho (3,4 milhões)
Terça-feira (1º de setembro) – nascidos em julho (3,4 milhões)
Terça-feira (8 de setembro) – nascidos em agosto (3,4 milhões)
Quinta-feira (10 de setembro) – nascidos em setembro (3,4 milhões)
Sábado (12 de setembro) – nascidos em outubro (3,4 milhões)
Terça-feira (15 de setembro) – nascidos em novembro (3,2 milhões)
Sábado (19 de setembro) – nascidos em dezembro (3,3 milhões)
IMPACTOS GERADOS
É o maior programa de inclusão social já visto no Brasil
Segundo a Caixa, já foram pagos até agora R$ 121,1 bilhões a 65,2 milhões de beneficiários inscritos por meio do Cadastro Único, do Programa Bolsa Família, ou pelo site e pelos aplicativos da Caixa.

O benefício foi criado para diminuir os impactos da pandemia de coronavírus na população de baixa renda. O auxílio começou com três e passou para cinco parcelas de R$ 600, mas esse valor sobe para R$ 1.200 nos casos de mães responsáveis pelo sustento da família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad